Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo livro

Resenha - Lembranças

Oi, tudo bem?
Mais uma resenha de livros. Será que esse blog vai virar um blog literário? kkk. Ultimamente, não tenho muito para contar da minha vida pessoal - #semnovidades - então, prefiro preencher meu cantinho com coisas mais interessantes como as minhas leituras.
Parece que agora eu engrenei no ritmo de leitura: já foram 5 livros lidos até agora. Yupi!!!!  O quinto livro do ano foi o segundo volume da saga Redenção da autora norte-americana Karen Kingsbury, lançado no Brasil pelo selo Pórtico da Editora Planeta.
tinha lido o volume 1, Redenção, no ano passado e me apaixonei pela família Baxter e todos os conflitos, encontros e desencontros pelos quais eles passam. O mais legal da edição é que ela sempre traz o primeiro capítulo do volume seguinte só pra te deixar com mais água na boca ainda.
No volume 2, vamos conhecer mais a fundo a história da Ashley, a caçula da família Baxter, logo após o período que ela morou em Paris.
Ela pretendia começar uma nova vida, porém, os erros cometi…

Resenha - Para Poder Viver

Oi, tudo bem?
Mais um livro lido em 2016; e olha que a listinha está com sérias dificuldades para aumentar. Não tenho tido muito vontade de ler ultimamente; de fato, não tenho tido vontade de muita coisa ultimamente.
Mas se tem um tema que sempre me chama a atenção é a Coréia do Norte. Ô paísinho misterioso! Tem quem fale mal - e muito mal - e tem quem fala bem - e muito bem. Querem um exemplo? Tem um livro chamado Fuga do Campo 14, que conta a história de um sobrevivente de um dos piores campos de trabalhos forçados que existem na Coréia. Confira a história dele resumida aqui. O livro é muito forte e eu confesso que não consegui terminar. E sim, ainda hoje em 2016, existem campos de trabalhos forçados para condenados da justiça. Agora, a dúvida é se os condenados são mesmo os bandidos ou se os que condenam são os bandidos em questão.
Por outro lado, tem o time que defende a Coréia e diz que o país é lindo! Até achei uma página no Facebook falando sobre isso - clique aqui. Em uma das pub…

Resenha - Melhor do que comprar sapatos

Oi, tudo bem?
Segundo livro do ano.. em março #vergonha.
Arrisquei no título Melhor do que comprar sapatos, da Cristiane Cardoso, publicado pela Editora Unipro.
Não sei se você já ouviu falar dela: filha do bispo Edir Macedo (já torceu o nariz?), casada com o Renato Cardoso, é apresentadora do Escola do Amor na Rede Record (torceu o nariz de novo?).
O livro, segundo o site da Livraria Cultura, não é simplesmente uma coletânea de artigos sobre a essência da mulher. O objetivo de sua autora, Cristiane Cardoso, é ir além e promover a transformação real do leitor, de dentro para fora. Sabendo que mudanças não acontecem da noite para o dia com a simples leitura de um livro, Cristiane aborda temas de importância para toda mulher. E todos esses temas apontam para o fato de que é preciso enxergar a vida mudando a nossa perspectiva. A partir dessa atitude, a autora defende que é possível ser uma mulher melhor em todos os sentidos. Como lidar com seus problemas? Quando um relacionamento funciona? C…

Resenha - Depois de você

Oi, tudo bem?
Uau, já estamos em março, ok?! Meu Deus, o tempo está voando. 

Primeiro livro do ano? Em Março? É, gente. Infelizmente, o tempo está bem mais escasso agora e com o advento do netflix, tenho visto mais filmes e seriados do que lido livros.
E agora com a vida de esposa/dona-de-casa/profissional/filha/amiga/mil-e-uma-outras-funções, eu estou espantada de conseguir ter lido meu 1º livro do ano!
O primeiro da lista foi a tão aguardada sequência do livro Como Eu Era Antes de Você, da Jojo Moyes.
O título - Depois de Você - para mim, quase soou como um spoiler do que aconteceu no final do primeiro livro. Ok, ok, não vou contar para mim. Até porque teremos o filme em junho para ver, certo?!
Com mais de 5 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, Como eu era antes de você conta a história do relacionamento entre Will Traynor e Louisa Clark, cujo fim trágico deixou de coração apertado os milhares de fãs da autora Jojo Moyes. 
Em Depois de você, Lou ainda não superou a perda de Will…

Resenha - Amor de Redenção

Oi, tudo bem?
Mais um daqueles livros que super recomendo, que digo que você tem que ler, tem que ter e tem que passar adiante.
De cara, o que chama atenção neste livro é o vestido vermelho em relevo e com brilho e as quase quinhentas páginas... que, confesso, quase li em uma sentada.
A história se passa na Califórnia, por volta de 1850. Em uma época em que os homens corriam pelo ouro, desejando riqueza, e algumas mulheres vendiam seu corpo como um meio de sobreviver, não sabendo fazer nada além disso para terem um teto sobre suas cabeças.
Sarah/ Angel, cresceu nesse mundo, sem conhecer outra vida além da dor e sofrimento, causados a ela, sem que ela tivesse o poder, ou meios de mudar. Ela só conheceu a traição e maldade dos homens.  Desde pequena viu o desprezo do próprio pai e carregou o fardo de achar que não deveria ter nascido. Perdendo sua mãe ainda menina, foi vendida aos 8 anos de idade, como prostituta.
O meio que ela encontrou para sobreviver foi tornar-se indiferente e alimentar…

Resenha - Como eu era antes de você

Oi, tudo bem?
Faço a resenha desse livro, depois de ficar dias procurando algum livro interessante para ler na minha "pequena" biblioteca virtual de 802 títulos e me deparar com uma das histórias mais lindas que já li.
O que me chamou a atenção primeiro foi a frase de capa " Um livro magistral, com personagens carismáticos, verossímeis e absolutamente convincentes. Lou e Will vão conquistar os corações dos leitores como fizeram Emma e Dex, de Um dia" - The Independent.
Bom, eu sou apaixonada por Um Dia: li o livro, vi o filme, comprei o filme e sei as frases quase de cor. Então eu tinha que ler esse, certo?!
Segue:
Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Além disso, trabalha como garçonete num café, um emprego que ela adora e que, apesar de não pagar muito, ajuda nas despesas. E namora Patrick, um triatleta que não parece inte…

A culpa é do choro mesmo

Oi, tudo bem?
Consegui. Finalmente. Assisti A Culpa é das Estrelas.
O filme estreiou no Brasil no dia 5 de junho e, dede então, eu estou tentando ir ver no cinema ou achar um arquivo decente para ver no computador.
Na minha cidade, infelizmente, o filme entrou uma semana depois, com dois horários disponíveis - que viraram um, apesar das filas quilométricas - e dublado. Affff.....
Na cidade vizinha, temos vários horários e cópias legendadas disponíveis, mas o preço do ingresso.... sem condições!
Na Internet, bem.. eu...hã... achei um vídeo alguns dias depois do lançamento. Como poderia descrever aquilo? A pessoa que filmou deve ter ido em um cinema com pulgas e comido muita pipoca. A imagem está escura, o áudio abafado, a câmera treme e sacode o tempo todo e só dá para ouvir um cof-rof-cof de alguém mastigando alguma coisa. Sem chance para ver o filme. Ah, e também era dublado, eca!
Então, tive a brilhante ideia. Como já li o livro, já sei o que me espera, certo?! Já tinha assistido Divergen…

Filme ou livro?

Oi, tudo bem?
Escrevo esse post depois de ver o filme A menina que roubava livros, adaptação cinematográfica do grande sucesso literário de Markus Zusak e fico com aquela dúvida: filme ou livro?
Tenho o livro desde dezembro de 2008 - ganhei no amigo secreto no trabalho de uma funcionária que achou que o título combinava comigo porque eu gostava de ler. Eu fiquei enrolando a leitura por quase cinco anos; sempre tentava começar e parava porque o início do livro é mórbido demais pra mim.
Daí, ano passado, eu vi o trailer do filme na Internet e resolvi que tinha que terminar de ler o livro antes de ver o filme porque eu adoro aquela sensação de familiaridade ao assistir uma história que já habitou minha mente antes.
Daí, semana passada, achei o filme para download na Internet e resolvi conferir porque não queria esperar até o final do mês para encarar a fila do cinema.
E o que falar do filme?
Bom, eu li o livro no mês passado, então, acho que já esqueci alguns detalhes. Li alguns comentários na…

Submissa?

Oi, tudo bem?
Acabei de terminar (hum, soou estranho kkk) meu primeiro livro do ano. O título, bem polêmico para os dias de hoje, é "Submissa? Todos tem um dono". A autora, Fabiana Bertotti, é esposa, cristã adventista, jornalista e tem um ótimo senso de humor (confiram o canal dela no Youtube aqui).
Há muito tempo eu acompanho a carreira dela e estou ensaiando a compra on-line do livro há alguns meses. Primeiro, eu ia me dar. Depois, o garoto ia me dar. Depois, minha mãe ia me dar. E, por fim, eu acabei me dando de presente de Natal - um dos cincos livros que ganhei no Natal hehehe.
Quase que ele não chega há tempo - outro ponto positivo da autora porque ela é super acessível no seu perfil do Facebook e respondeu minha mensagem sobre o atraso de entrega no mesmo dia e, três dias depois, o bonitinho exemplar chegava na minha casa por sedex.
O livro é bem direto e reto, do jeito que eu gosto e muito bem-humorado, como a própria Fabiana. Não espere um livro de auto-ajuda, daqueles…

#Alheio - Um livro novo

Oi, tudo bem?
Na rede, a gente faz muito amigos. Alguns só de rede; outros que vem parar na vida real e outros que são da vida real e ficam mais próximos na rede.
A Mirys é minha sister de coração - é irmã da minha melhor amiga depois da mammy - e tem um blog delicioso de ler, o Diário dos 3 Mosqueteiros.
Hoje, ela publicou o texto de um amigo dela... e eu fui "obrigada" a copiar por aqui porque a postagem é maravilhosa.
Divirtam-se, reflitam e tratem de ir preparando seu novo livro...

Quando 2012 começou, ele era todo seu.
Foi colocado em suas mãos...
Você podia fazer dele o que quisesse...
Era como um livro em branco, e nele você podia colocar um poema, um pesadelo, uma blasfêmia, uma oração. Podia...
Hoje não pode mais; já não é seu, é um livro em fase final...
É um livro já escrito... Praticamente concluído.
Como um livro que tivesse sido escrito por você, ele um dia lhe será lido, com todos os detalhes, e você não poderá corrigi-lo.
Estará fora de seu alcance.
Portanto, antes que 20…

Demorou, mas voltei

Oi, tudo bem?

Nada como tirar uns dias de descanso, sombra e água fresca mais que merecidos. Depois da cansativa rotina dos últimos meses, finalmente os dez dias de paz e sossego chegaram. Pela primeira vez na vida, eu desliguei celular, me recusei a atender o telefone fixo e me entreguei a dez dias de total preguiça.

Antes de sair de férias, eu aproveitei o meu horário livre pra adiantar a faxina que costumo fazer na casa: arrumei armários, separei as coisas para doação, limpei os cantinhos da casa que ficam mais escondidos. Assim eu sabia que ia conseguir mais tempo livre para não fazer nada.

As minhas férias foram muito tranquilas, graças a Deus: eu fiquei boa parte do tempo em casa vendo filmes. A lista tá aí:

1) O preço do amanhã;
2) A era do Gelo 4;
3) Eu sou o nº 4;
4) Kung fu Panda 2;
5) Um dia (reprise mais que recomendada);
6) Ligado em você;
7) A fera;
8) Garota Infernal;
9) Um homem de sorte;
10) Monte Carlo;
11) Corajosos;
12) Branca de Neve e o Caçador;
13) Eu, Robô;
14…