Mostrando postagens com marcador saúde. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador saúde. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Eu odeio academia!

Oi, tudo bem?

Nossa, o post da minha filhota bombou no blog! Mais de 200 visualizações, muitos comentários queridos e a certeza de que minha filhota faz sucesso na rede também.

Mas, seguindo a vida, 2017 está caminhando e algumas coisas estão acontecendo por aqui.

Eu engordei!

Engordei muito!

Enfie o pé na jaca de acordo no final do ano e estou uma baleia.

Tenho 1,62m e estou pesando na média de 69,5kg - estou com IMC de 26,5 o que significa sobrepeso. Gostaria muito, do fundo do coração, voltar ao meu peso de 58kg, o que me leva a perder 11,5kg.

Mas sou realista e sei que as coisas não vão voltar como eram há cinco anos atrás: já passei dos 30 anos, meu metabolismo está mais lento, casei...enfim, muita coisa mudou no meu organismo no último ano.

Então, me obriguei a voltar para a academia.

Como o próprio título do post diz, eu odeio academia. Odeio aquela competição de corpos sarados, de gente puxando ferro, das velhinhas azarando o treinador. Mas, se eu não fizer isso, não vou conseguir perder nem 0,5kg.

Eu admito: estou indo amarrada. Odeio exercício físico e só estou fazendo isso porque não quero ter problemas de saúde no futuro. Já me basta ser a mais velha do relacionamento - 5 anos e 8 meses de diferença - ainda ter que ser a mais doente não dá! 

Comecei na sexta, contrariando a fama de começar dieta na segunda, e ainda escolhi a sexta 13 para começar. Foi legal, produtivo: percebi que meus braços estão melhores que minhas pernas e que meu preparo físico não está tão ruim assim.

No sábado, o garoto colocou um ventilador de teto na nossa cozinha, arrumou o telhado que estava com infiltração, fez uma faxina no nosso aquário e eu peguei pesado na faxina de casa. Terminamos quase às oito da noite e nos demos de presente uma pizza... eu merecia.

Passei o domingo mais tranquila, mas ainda tinha coisas de casa para fazer... serviço doméstico nunca acaba. Hoje, eu fui na academia arrastada; fiz o que deu para fazer, não puxei peso pesado e me recusei a ficar lá mais de 1 hora.

Estou com muita coisa na cabeça: problemas no casamento de foro intimo (desculpem, mas certas coisas não dá para contar aqui, ok?!), preocupações financeiras com o trabalho do garoto e o meu, problemas com a saúde de pappy que não melhora, minha saúde e meu peso que estão me torturando... e até a minha vida espiritual está mais gelada que o Pólo Norte e isso sim é MUITO preocupante.

Orem e torçam por mim.

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Menos é mais - Foco no peso

Oi, tudo bem?

Seguindo a vibe do minimalismo que anda reinando por aqui, preciso rever meus valores com relação a minha saúde para viver com menos e melhorar minha qualidade de vida. 

Estou pesando neste exato momento 67,9kg - considerando em média 1,5 kg da minha janta no estômago e a roupa que estou usando - meu peso real deve estar por volta dos 66,5kg... e pensar que casei pesando 62,1kg... isso foi há 7 meses atrás... buáááááá. Não é apenas uma questão estética ou de vaidade: preciso melhorar minha qualidade de vida que anda péssima nos últimos anos. Muitos remédios, muitas crises de enxaqueca e noites mal dormidas.

Lógico que temos que manter o foco que a gente não perde o peso que ganhou assim, em um estalar de dedos. Para cada quilo que queremos perder, precisamos gastar em média 3500 calorias do nosso corpinho. Alguém que pesa 66 kg - como eu - queima cerca de 350 calorias durante 50 minutos, em intensidade moderada como uma caminhada com corrida ou uma aula de dança.

Meu índice de IMC no momento está em 25,3 - um leve sobrepeso. Minha meta é voltar para os meus queridos 57kg que eu tinha quando conheci o garoto... isso foi há quase cinco anos atrás.



Logo... preciso perder 10 kg -> ou seja 35 000 calorias -> fazendo exercícios moderados por 1 hora por 5 dias na semana -> perco 1kg por mês -> levo 10 meses para chegar na minha meta ou 40 semanas - de 26 de setembro de 2016 a 30 de junho de 2017.

Temos a meta: não vamos fechar a meta, vamos deixar a meta aberta e, quando atingirmos a meta, dobramos a meta. Agora, precisamos alinhar as informações de como alcançar a meta: 

- 1 hora de caminhada RELIGIOSAMENTE de segunda a sexta;

- Cortar TOTALMENTE refrigerantes;

- Diminuir O MÁXIMO POSSÍVEL ingestão de chocolates, industrializados, frituras e gorduras;

- Voltar à medida de refeição que a nutricionista (querida nutri, que vergonha de você!) me passou: 

Café: 2 colheres de sucrilhos, 1 colher de achocolatado, aveia e chia à vontade e 1 xícara (pequena, não usem o modelo de Friends ou Gilmore Girls como parâmetro) de leite;**uma vez por semana um suco detox;

Almoço e jantar: 2 colheres de arroz, 1 concha de feijão, a palma da mão de mistura, 1/2 copo de água ou suco natural e salada à vontade;

Lanches entre as refeições: barra de cereal, fruta, suco, tudo em pequena quantidade;

Uma refeição livre por semana!!!

Será que eu consigo? O que não dá mais para fazer é ficar olhando minhas fotos antigas e lamentando meu peso, minha pança, minha cara de inchada.

Força na peruca: vou fazer os preparativos no final de semana e bora começar na segunda.  

Quem vem comigo?

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Menos é mais - a saga continua...

Oi, tudo bem?

Desde o ano passado, estou tentando entrar na vibe do minimalismo, de buscar viver com menos, de ter somente o essencial. Mas tá difícil, viu?!

Primeiro, porque o garoto não está na mesma vibe que eu; ele é o tipo de pessoa que não mede para comprar uma coisa que quer: vai lá e paga o quanto for por uma coisa que ele queria. Eu já estou tentando deixar de querer tantas coisas para levar uma vida mais leve, com menos apego material.

Faz muito tempo que estou tentando atingir uma meta que me parece ser quase impossível: passar, pelo menos, um mês sem gastar nada além do extremamente necessário, que se restrinja à comida, contas e combustível.

Mas tá difícil...

Todo mês tem alguma coisa para comprar, alguma coisa para arrumar, alguma coisa extra para fazer. Acho que por isso que meu humor não anda tão bom, me sinto frustrada por não conseguir atingir um objetivo tão bobinho.

Acontece que o minimalismo, o desapego virou moda né?! Vi um vídeo que me super inspirou no Youtube da Juliana Goes - clica aqui ó - e estou seriamente inspirada em tentar recomeçar meu processo.

Primeiro: saúde!

Eu preciso cuidar mais da minha saúde. Eu estava super animada para começar a fazer pilates em uma academia da cidade que abriu há pouco tempo: preço bom, não muito longe de casa e tem várias outras modalidades inclusas no pacote. Maaaaaaas... no último final de semana, fomos viajar e gastei mais do que devia. Então, a ideia da academia foi adiada para o próximo mês. Mas, vamos combinar que a rua é gratuita, né?! Então, bora forçar a caminhada todo dia para melhorar a qualidade de vida.

E nesse pacote saúde, também está a alimentação. Preciso cuidar mais do que coloco pra dentro do meu corpinho, avaliar melhor as minhas escolhas e patrulhar melhor meu peso, que não pára de subir. Ok, ok... estou longe de estar gordinha; ainda estou dentro do meu índice de IMC de peso bom. Mas, quero garantir que meus pneuzinhos não vão criar uma borracharia na minha cintura.

Tem muita coisa ainda para arrumar por aqui para colocar o plano 100% em prática. Mas, por ora, vamos por parte, certo Jack?! Quem me acompanha nessa?!



sexta-feira, 3 de abril de 2015

#vergonha

Fui ao pronto atendimento da Unimed em Jaú na noite de ontem por volta das 21h10 para ser atendida porque estava com enxaqueca, falta de ar e enrijecimento dos músculos.

Aguardei até às 23h na recepção sem nenhuma medicação ou atendimento médico, apesar do meu nítido estado de saúde que continuava a piorar.

Quando questionei a enfermeira sobre a demora do atendimento, uma vez que o posto estava sendo fechado, fui literalmente ignorada por uma que passou reto como se eu não existisse e tive que puxar a outra pelo braço para receber o mínimo de atenção.

Então, ela nos informou que seríamos direcionados para o pronto socorro da Santa Casa, onde passaríamos por uma nova triagem e aguardaríamos atendimento com os outros pacientes do SUS, sem privilégios nenhum do plano de saúde que pagamos com tanto custo.

Aguardei duas horas, não fui atendida ou medicada e nem tive acesso à minha ficha médica, que foi negada pela enfermeira "para não incomodar o médico".

Espero que haja providências para que o péssimo atendimento não se repita!

‪#‎ficaadica‬ para usuários do pronto atendimento na minha cidade: procurem o SUS porque o atendimento lá pelo menos é de graça - o nível está ficando igual, infelizmente.

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Enfim...

Oi, tudo bem?

Enfim, elas chegaram. As tão sonhadas e merecidas e esperadas férias chegaram por aqui na última terça e vão ficar até o dia 21. E pra quem pensa que nas minhas férias, eu viajo, vou pra praia ou campo...espere um pouquinho: férias pra mim sempre foi sinônimo de faxina geral.

Toda vez que saio de férias, eu monto a minha listinha (olha aí as minhas listas de novo) de coisas para fazer, arrumar, organizar, jogar fora, doar, etc. E lá vou eu feliz fazer tudo isso!

Terminei a "faxina" hoje, tradicionalmente encerrada pelo quarto. Tudo que eu vou pegando os outros cômodos da casa, eu vou empilhando no meu quarto para conferir o que merece lixo, o que serve para doação (sempre vale lembrar que doar requer estar ainda em bom estado de uso) e o que pode ser reaproveitado.

Saldo da faxina: um saco de lixo e 3 sacolas de roupas e sapatos para doação. Fora que meu guarda-roupa está bem mais espaçoso. Daqui a pouco, eu vou começar a ler Madame Charme e vamos ver se vou conseguir levar à risca a regra de ter um guarda-roupa de 10 peças, à la francesa.

Também temos as coisas para organizar no computador, porque eu passo o tempo todo colecionando favoritos, downloads e acabo por não conferir nada. E preciso urgentemente de um pen drive bem grande para conseguir fazer backup de todos os meus arquivos do pc. Alguma dica aí?

Agora, na semana que vem, a história é outra. Aí teremos tempo para realmente ficar de bobeira, de perna pro ar, vendo filmes, seriados, lendo livros e me entupindo de tralhas e guloseimas nas férias...rsrsrs.

Ah, para os preocupados de plantão eu fiz a tal tomografia para ver meus problemas de enxaqueca. E fiz o eletro também.

No eletro, eu me senti como um personagem do À Espera de um Milagre, com aqueles montes de fios e eletrodos ligados no meu coquinho. A tomografia foi bem mais traumatizante. A sala mais parecia um iglu de tão fria. A enfermeira, mais fria ainda, não "prestou atenção" (quero dizer literalmente que ela nem deu a mínima) quando eu disse para aplicar o tal contraste no meu braço esquerdo que era melhor e já foi espetando aquela droga de agulha no meu braço direito. Saldo do dia: reação ao contraste e uma veia estourada.
Mas, graças a Deus, na tomografia deu tudo normal. Estamos esperando os outros resultados para o veredito final.

E se alguém aí quiser saber sobre o garoto, ele está bem, sem gesso, sem recuperando na fisioterapia e esperando por novidades do Projeto Casa e da Operação Casamento que estão em stand by por causa da burocracia do nosso país.

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

A malhação faz bem ao coração....

Oi, tudo bem?

Nossa, desenterrei essa música do É o Tchan agora, né?! Tô com ela na cabeça desde cedo... 

♫ A malhação faz bem ao coração e o corpo fica igual o violão 

 Fim de carreira? Que nada.. é só o início porque voltei para academia hoje!!!

Um dos meus itens da minha wishlist de 2014 era melhorar minha saúde e condicionamento físico. 

Eu juro que tentei fazer as coisas por conta minha para não precisar gastar, mas não rola - a pessoa aqui não é nada disciplinada.

E, na última semana, eu passei o final de semana todo com uma baita dor nas costas de razão desconhecida, que provavelmente era falta de exercício porque eu voltei a caminhar essa semana e melhorou. Passei lá na academia que tem perto de casa e marquei a primeira aula.

Pra ser sincera, eu tive uma impressão bem melhor do que a aula de hidro que fiz no ano passado.

O personal é irmão do professor que tive no ano passado, mas parecer se bem mais gente boa e já me mandou a real: preciso treinar 3 vezes por semana, pelo menos 1h30min por dia. Jesus!!!! Me ajuda!!!

Comecei hoje pela esteira e descobri que andar na esteira não é tão simples quanto parece: me lembrei daqueles vídeos engraçados que a gente vê na tv e senti na pele... quase fui pro chão quando aquele negócio começou a funcionar hehehe.

Depois fiz uns levantamentos de peso bem leves para perna e braço, elípitico e bicicleta.

E, na saída, ainda encontrei o garoto que estava "passando" pela frente da academia e resolver descer pra ver como eu estava.... sei, sei, sei. Se eu conheço bem meu gado, ele foi lá para verificar a população masculina no meu horário e o comprimento do meu shorts kkkkk.

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Tem coisa melhor?

Oi, tudo bem?

Tem coisa melhor que alívio? Tem coisa melhor do que passar por um tremendo sufoco, daqueles que nos dão cabelos brancos e depois poder respirar tranquila porque tudo voltou ao normal?

Nas últimas semanas, precisei passar por um tratamento pesado de saúde: médico, exame, antibiótico, pomada, repouso... além de muito choro, oração e tensão por não saber onde tudo ia dar.

Mas....a bonança finalmente chegou! Glória a Deus por isso! Ainda tenho algumas coisas para resolver, mas já estamos dentro da normalidade...amém!!!

E passei uma outra grande tormenta ontem porque precisei viajar a trabalho e a viagem foi muito emocionante.... Bom, o carro da viagem era o Palio Weekend...ADVENTURE...o que significa que a aventura foi garantida a viagem toda: nos perdemos na cidade, o carro ficou desligando Deus-sabe-porquê, o evento do trabalho durou 1/5 de todo o tempo de viagem que tivemos e foi para falar de um produto que ainda não está pronto, que será usado só no ano que vem e que é praticamente igual ao que usamos atualmente. Está bem: pra ser sincera, mudou o nome e a cor da tela.

Mas, graças a Deus, hoje temos bonança....

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

As lições da vida


Oi, tudo bem?

Vira e mexe a gente leva umas lições da vida....

Lição 1
Estava na farmácia para comprar um remédio meio caro (mas que Deus me deu condições para comprar) para uma alergiazinha chata que apareceu (mas totalmente curável), quando uma senhora suando em bicas chegou do meu lado e pediu ajuda para comprar um hidratante neutro para pele porque estava fazendo radioterapia.

Lição 2
Mammy está fazendo um tratamento para as articulações, porém o resultado está vindo bem devargazinho.... Ontem, ela viu um casal que dorme no chão da entrada do trabalho dela e descobriu que a mulher é paralítica e vive na cadeira de rodas, além de dormir no chão duro e gelado todas as noites.

É, às vezes é bom a gente parar e olhar para o lado pra ver que nossos problemas não são tão problemas assim.

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Doutor Google e outras novidades


Oi, tudo bem?

Tá bom, já sei. Preciso atualizar isso aqui com mais frequência. Mas a vida anda tão corrida.... E sempre que eu atualizo, eu quero visitar todo mundo para avisar que atualizei...então, fico adiando até a hora que vou ter tempo de fazer as duas coisas: atualizar e visitar. Mas essa hora tá difícil pra chegar, viu?!

Andei passando - e ainda estou passando - por alguns probleminhas chatos de saúde que pretendo contar com mais detalhes em uma outra postagem, tá?! Por isso o título "doutor Google" porque, mesmo com plano de saúde, às vezes é tão difícil conseguir um médico que a gente acaba apelando para a "consulta on line" no Google... nem sempre temos bons resultados...snif.

Por ora, fique sabendo que estou bem, quase feliz, muita atarefada com o trabalho, com o namoro, com os amigos e família e com três casamentos que estão pra vir... a saga dos casamentos continua, minha gente!

Hoje, eu fui fazer uma visitinha no cantinho de uma amiga.... dá uma olhada lá!