Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo sus

Hiatus, hiatus, hiatus

Oi, tudo bem?
É, andei mesmo pensando nisso aí esses dias. Desde o mês passado, não passo por aqui para escrever uma letra sequer e, pra ser sincera, nem tenho tido muita vontade de fazer isso. Será que está na hora de parar com o blog? Ooooooooooooooooooh....
Bom, por enquanto, eu vou tentando adiar essa ideia e tento voltar aqui pelo menos uma vez por mês para tirar as teias de aranha e dar um oi para os poucos amigos que ainda restam e passam por aqui.
Novidades? Muitas... Talvez a mais considerável coisa que tenha acontecido nos últimos dias foi que pappy voltou a trabalhar!!! Glória a Deus!!! Aleluia!!! Festa no céu!!! Os anjos digam Amém!!!
No último dia do seguro desemprego dele, aos quarenta-e-cinco-do-segundo-tempo, ele recebeu um telefonema de um processo de seleção que ele tinha participado no início do ano e foi chamado para trabalhar na mesma área que eu e mammy trabalhamos, no mesmo esquema de horário. Engraçado ver como Deus tem seu jeito próprio de unir a família na hora c…

Olha o SUS aí gente!

Oi, tudo bem?
Bom, estou escrevendo esse post bem depois do ocorrido, porque no dia do ocorrido não tinha condições físicas ou psciológicas de estacionar aqui para contar o que aconteceu. Foram 18 horas de pronto-socorro, médicos, exames e uma espera interminável em uma cadeira no corredor da Santa Casa. Mas não era eu que estava lá. Eram pappy e mammy.
De tempos em tempos - pelas nossas contas, a cada dez anos - mammy tem pedras no rim. E isso dá aquela cólicazinha básica que todo mundo conhece e já ouviu falar. Mas dessa vez, o bicho pegou. Ela foi trabalhar normal e até conseguimos dar uma corridinha no centro da cidade para comprar um casaquinho pra eu usar no dia seguinte no jantar de dia dos namorados que ia ter com o garoto.
Mas, depois de poucas horas, ela me ligou no trabalho para avisar que já estava em casa com cólica. Conseguimos "controlar" as dores até quase o meio da madrugada, na base de um monte de remédios e combinações malucas que não deram em nada. Eu sei, e…

Mais uma pra coleção

Oi, tudo bem?
Ontem, eu e o garoto tivemos mais uma pra nossa coleções de histórias.... 
Ele tem um trabalho meio perigoso, do tipo peso-pesado que garante alguns riscos. E ele fez o favor de cair de uma escada - ou como ele mesmo disse, a escada caiu com ele. O problema foi que ele caiu em cima do próprio braço e ficou com muita dor. Tanta dor que ele deu o braço a torcer (literalmente....) e me ligou pedindo para levá-lo para o hospital (milagre total porque nem analgésico ele gosta de tomar).
Bom, fomos para o hospital. Mas é SUS, né?! E está sempre cheio, né?! Então, imaginem que horas ele foi atendido? Chegamos às onze....meio-dia...uma....uma e meia. Isso porque eu já tinha falado com a enfermeira que a dor dele estava piorando e pedi, se possível, para passarem a ficha dele na frente. Ela confirmou o nome dele (só o primeiro...) e disse que ele era o segundo da próxima turma que ia entrar para atendimento.
O problema foi que tinha outro cara na espera com o mesmo nome dele e o cara…