Pular para o conteúdo principal

Postagens

Enquanto isso, na sala de justiça...

Oi, tudo bem?
Puxa, que legal! Mesmo com meus post não-lá-muito-animados, estamos com 107 amigos virtuais hoje! Que legal mesmo!!!
E aí, pessoa? Como andam as coisas por ai? Por aqui, confesso que está tudo na mesma hihihi.
Abandonei de vez a academia e, graças a Deus, as crises de enxaqueca me abandonaram também. Estou seguindo a risca a técnica do meu médico de fazer um diariozinho com os acompanhamentos das crises e o que pode ter desencadeado a dor e percebi que a coisa não está tão feia assim e os hábitos alimentares tem feito toda a diferença para me manter saudável.
Meu aniversário passou e não ganhei presente do marido na data; os presente de mammy eu já tinha listado no post anterior; das amigas do trabalho, ganhei uma camiseta listrada preta e branca, bem minimalista (minha cara!) que eu amei (graças a Deus, dessa vez uma grande amiga do trabalho ajudou a minha coordenadora a escolher o presente e disse que era pra ir no preto que não tinha erro hihihi. É que teve uma vez que el…

Rumo aos 40!

Oi, tudo bem?
Terça feira fiz 34 anos. 
Não teve comemoração.
Meu digníssimo marido só me deu um parabéns com um beijo pela manhã.
Não ganhei nenhum presente dele.
Mammy me deu uma camisola de cetim com estampas de cachorros, uma camiseta azul royal, pagou nosso almoço na churrascaria e fez um pudim de leite condensado que eu estava morrendo de vontade de comer.
Aliás, comi tanto que me atacou a enxaqueca.
A vida está parada.
Não estou muito satisfeita com o rumo do meu casamento (tem pontos bons, mas tem muitos pontos a melhorar). Passamos o aniversário de casamento em branco, meu aniversário em branco. Estamos caindo na rotina e eu não sei o que fazer, ou na verdade, eu não estou com vontade de fazer muita coisa porque sempre sou só eu que faço, que vou atrás de fazer: queria que ele tomasse mais a iniciativa. 
O trabalho está naquele marasmo de sempre, sem novidades para aprender, sem estímulos para crescer. Trabalhamos em sete mulheres no mesmo setor e as conversas são sempre muito competi…

Há um ano atrás...

Oi, tudo bem?
Na última semana, o sentimento que mais veio à tona foi... "Já? Como assim?". Há um ano atrás, era o dia do meu casamento!
Durante todos os dias da semana, eu tive aquele pensamento do que eu estava fazendo há um ano atrás: onde eu estava, como eu estava, com quem eu estava. Passado um ano, você me pergunta: faria de novo? Com certeza, sim.
Fato é que não existe casamento dos sonhos, não existe aquele negócio de "felizes para sempre". Acho que por isso que os contos de fadas acabam na cerimônia de casamento das princesas; depois disso, começa a realidade e nem sempre é tão legal.
Casamento dos sonhos é a luta diária, é a rotina que chega sem pedir licença, é acostumar com o "bafo matinal", com as TPMs constantes, com a dor de cabeça ou o mau humor que chega na hora mais indesejada. É lavar a louça, enquanto o outro enxuga; é sair correndo para recolher a roupa no varal porque começou a chover; é preferir o combo PSN (pizza/sofá/netflix) com o am…

Baby, i´m back!

Oi, tudo bem?
Olá de novo para quem ainda está por aqui. Saudades de vocês!!! Desculpem por mais um sumiço... tivemos muitos problemas por aqui nos últimos dois meses.
A última postagem já deu uma dica do que estava acontecendo, né?! Estávamos com problemas no casamento... e nem chegamos ao primeiro ano ainda! Mas as coisas não estavam muito bem por causa de problemas de saúde que eu vim carregando deeeesde setembro do ano passado.
Lembra da saga que foi passar por vários médicos e ninguém descobrir o que eu tinha? Então, em janeiro voltei na minha ginecologista (que também é irmã de uma grande amiga minha e, por tabela, também é uma grande amiga) e fiz o tão temido Papa Nicolau pela primeira vez!
Bom, não foi tão ruim viu?! Apesar de estar doente, o exame correu tranquilo e foi muito bom descobrir o que realmente eu tinha e começar a me tratar da forma correta.
Nesse interim, ficamos de "dieta", a tia da minha mãe que estava doente veio a falecer e eu tive a chance de rever muit…

A oração da esposa

Oi, tudo bem?
Apenas para constar, eu queria deixar aqui um trecho do livro A mulher dos sonhos do seu marido que estou lendo no momento, da Editora Mundo Cristão. E que isso sirva para ambos, ok?! 
Como devemos começar a orar por nós mesmas afim de nos tornarmos a mulher dos sonhos dele? 
Seria aconselhável dar uma olhada na definição de amor que a Bíblia apresenta em  1Coríntios 13. 
Entre outras versões, esta é uma paráfrase na qual você talvez queira refletir:

Ainda que eu lecione em grupos de estudo bíblico, me apresente como voluntária para o ministério de mulheres e cante no coral, se não tiver amor por meu marido, serei apenas como o sino que ressoa ou como o prato que retine. Ainda que eu tenha diploma de faculdade, um emprego altamente remunerado e uma carreira bem-sucedida, se não tiver amor por meu marido, serei uma mulher falida em termos emocionais e espirituais. Ainda que eu tenha uma fé capaz de mover montanhas, esteja sempre pronta para orar pelos necessitados e tenha memo…