Mostrando postagens com marcador aniversário. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador aniversário. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Tlinta e tlês vem aí!

Oi, tudo bem?

Primeiro aniversário como uma senhora casada. Tlinta e tlês - como diria o Cebolinha e como eu dizia quando era pequena... fui aprender a usar o R direito lá pelos oito anos de idade.

Desde sexta que estamos em terra firme, na nossa cidade, na nossa casa, com nossa família, estamos nos dedicando a arrumar o cafofo e ir atrás das coisas que faltam para fazer dali o nosso lar.

Fiz a minha mudança na sexta com a ajuda de mammy e, no meio do processo, fomos premiados com o acidente do garoto. Ele fez o favor de perder a carteira com cartão,dinheiro, documento e a senha do banco junto - é que ele trocou de cartão na semana passada e ainda não tinha memorizado a senha nova.

Desespero total, refizemos todo o trajeto de carro e eu fiz o caminho também a pé para olhar bueiros, chutar grama e ver se ela não estava caída em algum canto. E nada.

Fomos na primeira delegacia e o policial com cara de b**** se recusou a nos atender porque estava em troca de turno. Tivemos que ir para outra delegacia e ele ainda teve a cara de pau de dizer "de nada" quando eu saí. Fiz questão de responder "não tenho nada a agradecer porque você não fez nada" e só não estendi o papo porque não queria ser presa por desacato.

Na segunda delegacia, também estavam trocando de turno mas o policial foi bem mais atencioso e nos pediu para aguardar por vinte minutos que ele faria o boletim de ocorrência com a hora correta.

Nesse meio tempo, tentamos falar com pappy para anunciar no rádio mas ele não atendia. Então, o garoto ligou para mãe dele e, no meio da ligação, chegou um casal na casa dela com a carteira do garoto. Intacta. Com tudo dentro.

Eles a encontraram no trajeto que refizemos e, como tinha o documento do carro, eles foram até uma auto escola para descobrir o endereço e devolvê-la. Dei R$ 50,00 de gratificação para eles e nem sabia como agradecer a Deus por tamanho livramento!!! Deus seja Louvado!!! Glórias somente ao Senhor Jesus!!!

No sábado, fiz minha primeira compra da semana para o cardápio que programei e mammy me iniciou no maravilhoso mundo da área de serviço com lavadora, tanquinho e etc. Lavei duas malas de roupas da viagem sob a orientação da madre superiora e deu tudo certo, se não fosse pela chuva à noite que molhou tudo que estava quase seco. Marinheira de primeira viagem!

Fomos jantar na casa de um casal amigo e ficamos até uma e meia da manhã!!! Sem pappy regulando meu horário!!!! Glória a Deus pela minha liberdade!!!

Meu aniversário foi no domingo e fui almoçar lasanha na mammy... foi gostoso, mas estranho porque eu era visita na casa que era minha até semana passada. Depois, o garoto quis ir no churrasco da família dele e, por fim, não paramos na nossa casa o dia todo.

Lógico que fui no culto à noite para agradecer tudo que Deus nos fez nos últimos dias e fui super bem recepcionada por todos, inclusive pelo pastor que fica mais querido a cada dia.

Achei a transmissão do Oscar pela internet, mas foi na Globo - com os hilários comentários de Glória Pires - que vi o Leo DiCaprio ganhar o Oscar!!! Tudo de bom!!!

domingo, 1 de março de 2015

Happy Birthday to me... ???

Oi, tudo bem?

No último dia 28, foi meu aniversário. E, graças a correria e ao meu atual humor que não anda lá aquelas coisas, nem tive vontade de postar nada.

Não tive grandes comemorações, e já esperava por isso. Acho que, conforme passam os anos, o pique para toda aquela farra de festas e presentes e cumprimentos vai diminuindo até acabar. Lógico que devo ser grata a Deus por mais um ano de vida, com a minha família, com saúde, paz, trabalho, amor, amigos, liberdade... enfim, tenho muitos motivos para agradecer.

Os presentes acabaram vindo antes da data: mammy já tinha me dado um livro, a sequência do OS CÃES NUNCA DEIXAM DE AMAR. O livro chama ELES SEMPRES ESTARÃO AO SEU LADO e conta a história de Teresa Rhyne e Seamus, seu beagle, que já sobreviveram ao câncer uma vez, mas Seamus acaba desenvolvendo outro câncer e Teresa embarca em uma intensa jornada de mudanças e experimenta um estilo de vida mais saudável para sua família. E tenta encontrar a si mesma em algum ponto entre 'hippie que usa saia de cânhamo' ou 'hipócrita salto-alto de couro'. Quando ela se depara com outros dois cachorros que precisam de ajuda – incluindo um que foi resgatado de testes com animais – virar as costas parece impossível depois de toda a crueldade que ela descobre. Ainda não comecei a ler: a pilha ao lado da minha cama vai crescendo mais do que meu tempo e força de vontade para ler antes de dormir. Mas assim que ele sair da lista de pendências, prometo fazer uma resenha aqui.

Também ganhei mais um livro de mammy depois do aniverário, 365 ORAÇÕES PARA DORMIR MELHOR. Depois de um longo dia de trabalho, de tarefas e de vários afazeres que tomam nosso tempo, nos estressam e ocupam nossa mente e motivação, todos nós precisamos de um tempo para relaxar e revigorar o coração. Para muitos de nós, o período que acontece o sono é esse momento. O livro apresenta orações pessoais, uma para cada dia do ano, para que você possa falar com quem realmente pode ouvi-lo e resolver seus anseios, sejam eles de ordem pessoal, familiar, espiritual ou profissional. De maneira rápida, objetiva e transformadora, essas orações farão você descansar tranquilamente, ao colocar nas mãos de Deus aquilo que inquieta sua mente e seu coração. A princípio, eu não tinha gostado muito da ideia do livro porque acho que nossas conversas com Deus devem ser espontâneas e não escritas ou decoradas como rezas repetitivas, uma vez que ele é nosso Pai e está sempre pronto a nos ouvir - não sempre a nos atender, ok, mas Ele sabe de todas as coisas. Mas, depois de folhear algumas páginas, achei interessante o conceito do livro e acabei o vendo mais como um devocional para leitura do que orações para serem repetidas da boca pra fora.

O garoto me deu o celular que eu já tinha falado aqui e tem sido meu novo brinquedinho - acho que estou viciada, socorro! - e também deu uma cesta de chocolates com um cachorrinho lindo que dança... o vídeo do totó dançante está aí embaixo. Além disso, fomos jantar em uma cantina italiana bem chique e romântica, mas o jantar acabou não sendo tão agradável quanto eu imaginava porque só falamos sobre os problemas da construção e dos preparativos do casamento.

video

Bem, é isso. Hum, deixa eu ver se estou esquecendo alguma coisa... do trabalho, apenas ganhei parabéns de algumas pessoas, assim como nas redes sociais não foram todos os amigos que lembraram. Acho que é só.

segunda-feira, 10 de março de 2014

Pegando no tranco

Oi, tudo bem?

Bom, o Carnaval passou, meu aniversário passou e chegou a hora do Brasil pegar no tranco. Ou será melhor esperar passar a Copa do Mundo?

Depois que passamos dos 30 - pelo menos, eu - a comemoração do aniversário perde um pouco a graça. Pelo menos pra mim foi assim dessa vez. Eu não estava com a menor vontade de comemorar, de comprar ou ganhar presentes, de celebrar, fazer festinha no trabalho. Preferia que a data passasse em branco. 

Muito acharam o último post meio triste, melancólico, mas era exatamente como eu estava me sentindo no dia. Por fim, o garoto me deu um pen-drive que eu queria para colocar todas as minhas músicas no Toddynho e fez um bolo de chocolate pra mim - mesmo com o braço direito engessado até o ombro. Mammy me levou em uma livraria no sábado e eu fiz a feira e comprei mais 5 títulos; agora, eu estou proibida de comprar até terminar tudo hehehe. No trabalho, me deram uma roupa, uma caixa de bombom de supermercado e um bolo de padaria; só tinham os chefes para comemorar porque o bolo chegou na hora da saída e ninguém esperou para cantar parabéns... era de esperar porque, infelizmente, o clima de desunião anda reinando por lá.

No meu aniversário, fui jantar com o garoto em um rodízio de comida chinesa: devo admitir que não foi exatamente como eu esperava porque a comida é bem carregada, sabe?! Mas foi legal experimentar um lugar novo, para variar.

Depois do aniversário, veio o Carnaval. E o que vocês fizeram de bom? Eu, literalmente, não fiz nada! Fiquei enrolando o feriado todo, só vendo tv, ajudando mammy em casa, enrolando, enrolando, enrolando. Foi bom porque precisava mesmo dar essa descansada. Curti o garoto, meu sofá e até saímos com alguns amigos que não nos falávamos há tempos.

A volta a realidade não foi tão legal: 3 das meninas do trabalho estão afastadas por dengue, 2 estão de férias e 1 teve o funeral do sogro em seguida do retorno da lua de mel. Imagina o clima legal que está lá, né?!

Desculpem se o post não está aquela animação só, mas eu estou precisando fazer alguma coisa pra dar aquele up na minha vida, sabe?! Mudar alguma coisa, melhorar alguma coisa. Tenho um monte de livro e não consigo ler; tenho um monte de filme e não consigo ver; estou na academia, mas está difícil conseguir ir certinho todo dia porque sempre aparece algum problema de saúde - meu, da mammy ou do garoto - para resolver. Minha saúde não anda aquelas coisas de novo: enxaqueca, enxaqueca, enxaqueca. Enfim, estou meio sem assunto para colocar por aqui.

Mas prometo tentar não sumir.

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Feliz Aniversário!

Oi, tudo bem?

Você viu a Nana por aí? É que eu queria dar os parabéns porque hoje é aniversário dela, mas não estou achando ela. 

É, aquela menina que estudou Informática porque faltou grana para fazer Jornalismo, mas mesmo assim não desistiu do sonho.

Aquela que quase entrou na faculdade de Jornalismo, mas precisou adiar o sonho de novo quando apareceu uma vaga super especial numa empresa legal pra ela.

Acho que você lembra dela... ela vivia viajando pra São Paulo, a "terrinha" que ela chama, para participar de feiras e eventos de negócios.

Ela sonhava em ser uma super executiva, igual a moça do filme TENHA FÉ que acabou inspirando-a a seguir a carreira que ela seguiu.

Nos planos dela, nem em sonho você veria a palavra casamento porque ela sempre se virou muito bem sozinha. Sempre foi independente e fez sua história por conta própria.

Dizia que seria jornalista, moraria em Los Angeles e seria correspondente do caderno Ilustrada da Folha de São Paulo.

Você viu ela por aí?

Esses dias eu fui atrás dela... mas acabei encontrando uma garota que faz 31 anos hoje. Que terminou a faculdade de Informática e nem conseguiu fazer a pós-graduação de Comunicação ou Marketing que ela tanto queria. 

Essa garota não pareceu a Nana. Ela está no mesmo emprego há sete anos, fazendo a mesma coisas e convivendo com as mesmas pessoas. É um emprego burocrático, daqueles que a gente via na década de 50.

Eu também fiquei sabendo que essa menina aí que dizem que é a Nana está noiva de um garoto mais novo, com um emprego mais simples, que ganha menos que ela e que não gosta de estudar como ela. Parece que ele é da mesma religião que ela, mas são de igrejas completamente diferentes e dizem que ela só vai lá pra agradá-lo.

Essa garota não tem mais os mesmos amigos que a Nana que eu conheci. A maioria se afastou porque seguiu a vida como a Nana deveria ter seguido. E, por ela ter ficado "parada no tempo" por causa dos problemas da família, ela acabou arrumando novos amigos que são muito mais parecidos com o noivo dela do que com ela.

É, os problemas da família parecem que atrapalharam os planos dessa garota que dizem que é a Nana. Principalmente as atitudes do pai, o medo de deixar a mãe sozinha com o pai e ver estragos ainda maiores acontecendo, fizeram essa menina aí abrir mão de muita coisa.

E agora me disseram que ela tem uma chance nova pela frente. Um futuro novo numa vaga super dinâmica da empresa dela. Mas ela está com medo; medo de não se dar bem com o novo superior, medo de não dar conta do recado, medo de não ser querida pelos demais, de não se dar bem com os assistentes, de não conseguir dirigir na estrada. Medo, medo, medo.

Parece que ela também vai casar. Estão tentando construir casa e tudo. Mas o tal do noivo não sabe muito bem o quer da vida profissional e isso parece muito estranho porque a Nana que eu conheci não iria se interessar por um tipo desse aí.

Puxa, eu não sei o que aconteceu com a Nana de antigamente... será que ela mudou e virou essa garota aí?! Será que estou confundindo as garotas?

E você, que vem sempre aqui, sabe me dizer o que aconteceu com a Nana? O que essa garota que está aí agora deve fazer do futuro?

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Happy birthday to me!!!

Oi, tudo bem?

É, gente... hoje eu tô ficando mais v...ops, experiente....rsrsrs.

Alguém aí quer um pedaço de bolo?