Pular para o conteúdo principal

Um aninho!

Oi, tudo bem?

Minha bebê fez um aninho!!!

Eu sei que tem muita gente que não entende amor por bicho, que vem com aqueles papos "porque adotar cachorro com tanta criança abandonada no mundo?" e blá, blá, blá.

Eu não quero ter filhos (momento "podem me tacar pedras" começa agora) e, graças a Deus, Ele me mandou um marido maravilhoso que pensa igual a mim. Não tenho paciência com crianças e poderia ficar aqui páginas e páginas escrevendo todas as razões pelas quais tenho certeza que não nasci com o dom da maternidade. Admiro e respeito quem tem, quem consegue criar dignamente e com valores nessa sociedade doida que vivemos, mas eu passo a vez.

Por isso, antes mesmo de casar, eu e o garoto já sabíamos que não queríamos filhos, mas iríamos adotar uma cachorrinha. No começo, eu queria macho e ele queria fêmea. Depois que tentamos com o Chico, eu tive que dar o braço a torcer que não ia me dar bem com machos mesmo. Tentamos com a Lola e foi bem traumático e eu estava quase perdendo as esperanças de ter uma baixinha para chamar de mim... até que ela chegou!

Hoje, faz um ano que estamos juntos, formando uma família linda (mesmo que tenha quem diga que não somos família). Como diz o Stich, "família...pequena e incompleta...mas é boa! É, é boa".

Sem grandes comemorações (afinal, eu sei que ela é uma cachorra, ok?! Nada de roupinhas de gente, por favor!), ela passou o dia vendo o garoto limpar o aquário grande (os peixes estavam um pouco ofegantes porque o filtro não estava oxigenando a água direito) e ganhou um ossinho de presente para brincar (eu parei de dar ossinho todo dia porque descobri que isso é um perigo para saúde deles; então, ela vai comer bem de vez em quando, só para deixar os dentinhos em dia).

Só tenho que agradecer a Deus por ter mandado uma baixinha tão na medida para gente: carinhosa como o garoto queria, de bigode e sobrancelha como eu queria. Feliz aniversário, filha!


Comentários

Felicidades canina à pequena.

Beijos,

Algumas Observações
Ana Nana disse…
A pequena agradece au au au.... Obrigada pelo carinho e pela visita.

Postagens mais visitadas deste blog

Retrô 2016 - O ano!

Oi, tudo bem?
Último dia do ano, não podia faltar né?! Retrô 2016!!! "O" ano! O ano que virei gente grande, casei, virei "mãe" e nem atualizei tanto o blog porque a vida foi bem movimentada.
Mas ainda temos alguns registros aqui e lá vamos nós para relembrar:
1) Comecei o ano na igreja, com um baita crise de choro por saber que era minha última virada solteira. Tivemos a saga da #operacaocasamento com todos os preparativos descritos a cada cinco dias. E claro, com direito à um spin-off  sobre o presente misterioso.
2) Se 2016 foi "O" ano, Fevereiro foi "O" mês: mês do casamento, da lua de mel, do início da vida de casada.
3) Eu já estava com "tlinta e tlês" anos e já era uma senhora casada, sofrendo para aprender administrar tanta novidade junto. 
4) Abril foi o mês dos "primeiros": primeira tentativa de adotar uma "filha", primeiro acidente doméstico, primeira intoxicação sem ajuda de mammy. Ufa, eu sobrevivi!
5) Maio foi…

Firme e forte e outras estórias

Oi, tudo bem?
Gostou do título do post? Firme e forte. Tudo bem que quase ninguém deu a mínima para o meu post anterior (só teve um comentário), mas eu continuo na vibe de melhorar a minha saúde. #chateada
Hoje, particularmente, estou mais disposta e isso graças à Neguinha. Ela deu de querer brincar de jogar a bolinha toda vez que eu apareço na porta da cozinha. Só que agora não é só jogar a bolinha: é correr pelo quintal atrás dela para pegar a bolinha para jogar de novo. Gastei hoje uns 10 minutos assim e já fiquei com a língua de fora, igual a ela rsrsrs.
A minha meta de caminhada+dieta foi interrompida semana passada: comecei a semana super bem, comendo certinho e fazendo exercícios todos os dias. Mas, na quarta passada, o garoto bateu o carro! :(
Ele estava descendo uma avenida e o carro da frente freou bruscamente para um outro carro, que fez a conversão sem ligar a seta, passar. Conclusão: o garoto bateu atrás do carro que freou! O carro que virou sem seta foi embora como se não ti…

Thanksgiving

Oi, tudo bem?
"Rendei graças ao Senhor porque Ele é bom, porque a Sua misericórdia dura para sempre" Salmo 118:1
Hoje é Dia de Ações de Graça. Infelizmente, não temos o hábito de celebrar a data aqui no Brasil - apesar de termos copiado a Black Friday.
Mas eu tenho o costume de celebrar a data por ser uma tradição dos cristãos protestantes desde muito tempo atrás.
Antigamente, era o dia em que os colonos agradeciam a Deus pelo ano de colheita e compartilhavam com os mais pobres o que tinha restado da safra.
Hoje, aqui no Brasil, o dia serve mais como um memorial para olharmos pra trás e agradecermos a Deus por tudo. O simples fato de poder agradecer já é um grande milagre; afinal, se você está vivo para agradecer, está bem melhor que muita gente que não chegou até a data de hoje para ser grato. #filosofando.
Eu tenho muito a agradecer este ano.
1) Por ter corrido tudo bem com os preparativos do casamento e por todos os livramentos e providências divinas para resolver tudo que aconte…