sexta-feira, 31 de março de 2017

Osteo... o quê?

Oi, tudo bem?

Bem, minha gente, enquanto eu não descubro o que fazer para arrumar a minha conta do Blogger, vamos seguindo por aqui mesmo. Tenho vários links quebrados que precisam ser atualizados e pretendo deixar tudo em ordem na semana que vem porqueeeeee.... ESTAREI DE FÉRIAS!!!!

Dez lindos e maravilhosos dias que ficarei sem fazer absolutamente nada hihihi. Quer dizer, nada da casa porque todas as férias que eu tenho, eu acabo fazendo faxina pesada, lavando a casa, fazendo faxina de roupa. E tudo já está feito!!! Consegui adiantar todas as atividades da casa para antes das férias e, nos próximos dias, vou aproveitar para cuidar da minha saúde e de coisinhas do dia-a-dia que acabam ficando para trás.

A saúde está complicada por aqui, minha gente. Enxaqueca: a palavra da vez. Gente, eu não aguento mais tanta dor de cabeça, tanto remédio, tanto médico e exame que eu já fiz. Já fui no gastro, no otorrino, no neuro, no oftalmo... ninguém encontra o meu problema e, ainda por cima, me entopem de remédios que eu não quero ficar tomando... fico parecendo doente (até parece que não estou, né?!)

Tem uma mulher no meu trabalho que fez o tratamento de osteopatia com o primo do marido. O tal médico atende em Sampa, mas faz atendimentos bisemanais na nossa cidade. Ela fez cinco sessões e...pufff... a dor sumiu de vez. O preço é salgado porque ele não atende pelo nosso plano de saúde, mas na atual situação em que me encontro, estamos atirando para todos os lado para ver o que resolve.

Fui hoje na primeira sessão. Para que não conhece, a osteopatia é o tratamento fundamentado na visão holística que entende a doença como uma consequência do desequilíbrio do corpo e tem como objetivo principal estimular a autocura do paciente. Considerando que já li muita literatura sobre enxaqueca (desde livros a artigos médicos de congresso), realmente a enxaqueca é conhecida por um desequilíbrio químico e/ou hormonal dos neurotransmissores e neuroreceptores do cérebro. Tipo assim: meu cérebro tá em curto! E o tal médico vai, através das massagens e do aperta-aqui-aperta-ali, descobrir o que está desencadeando isso no meu corpinho.

A primeira sessão foi bem tranquila: ele me fez um moooonte de perguntas sobre minha vida, minha saúde, meus hábitos e beeeem depois que ele pediu para eu sentar na maca e começar o aperta-aperta. A princípio, ele já achou algumas coisas fora do lugar no meu sistema digestivo e fez algumas manobras para melhorar. Mas ele disse que esse processo é devagar e que é para eu anotar tudo que eu sentir de hoje até a próxima sessão para ele conseguir avaliar a evolução do tratamento.

Para ser bem honesta, eu sinto que meus problemas de saúde acabam sendo resultado da vida que estou levando. Essa semana, por exemplo, o estresse no trabalho está na última voltagem e eu sinto isso no meu corpo, aquela tensão estranha. Estou trabalhando na minha alimentação e já perdi 1,5kg... Yupiiiiii!!!!

Bom, vou contando o que vai acontecer aqui caso alguém se interesse no tratamento.

4 comentários:

Micha Descontrolada disse...

Eu tenho feito balanceamento muscular e tenho gostado também.
Vivemos sob muito estresse, o mundo tá bem complicado, e nosso corpo acaba pagando.

melhoras!!!

Beijossssssss
┌──»ʍi૮ђα ツ

Anônimo disse...

Olá,

Gostei muito do seu cantinho! Sigo o minimalizo algum tempo(ano), e hoje me dei a oportunidade de conhecer o Amigos Virtuais. Volto outra hora para ler com calma. Abraço. Maria

Ana Nana disse...

Ja faz cinco dias q estou sem do gostei muito do tratamento. Obrigada pela visita e pelo carinho.

Ana Nana disse...

Obrigada pelo carinho e pela visita. Volte mais vezes.