Pular para o conteúdo principal

Olha o fogo!

Oi, tudo bem?

Em 2008, eu tive que participar de um treinamento de brigada de incêndio no meu trabalho. Desde então, nunca mais fizemos nada a respeito disso por vários motivos: o prédio nosso não tem alvará, não temos muitos equipamentos de segurança, graças a Deus nunca aconteceu nada de grave. 

Mas esse ano, acho que por causa da tragédia da Kiss, nossa sede resolveu voltar com os programas de treinamento e estão mandando técnicos de segurança em cada unidade para ver como tudo está funcionando.

Na nossa unidade, nada estava funcionando. Então, no meio do monte de coisa que já temos para fazer, vamos revitalizar a brigada, treinar novos brigadistas e começar os treinamentos com clientes e funcionários para estarem preparados para o caso de uma tragédia.

Ontem, fizemos nosso primeiro exercício de abandono de prédio. E lá estava eu, como brigadista, fazendo a retirada do pessoal, a varredura do prédio e conferindo os pontos. Bom, se fosse caso real mesmo, a gente tinha morrido: não temos sirene de incêndio e o sinal que foi instalado (tipo de escola) não dá para ouvir no andar de baixo: só fiquei sabendo que era hora de sair quando vi o pessoal se amontoando do lado de fora do prédio. A varredura dos ambientes foi um pouco demorada - cerca de 1 minuto e meio que é um tempo grande em hora de incêndio. Tivemos 2 clientes que deram um pouco de "trabalho" e que não queriam sair, disseram que isso tudo era besteira e ainda seguiram para o lado errado sem a nossa autorização.

Mas o exercício até que foi legal e aprendemos bastante coisa - o que mais me preocupou é o fato dos brigadistas serem responsáveis civis e criminais no caso de incêndio, se for provado que nada foi feito para salvar as vítimas.

Agora, vamos montar nosso plano de ação para 2014, treinar novos brigadistas porque temos um horário de funcionamento da empresa com um fluxo muito grande de clientes e apenas 2 brigadistas em trabalho - e um deles sou eu hehehe - e orar sempre para que nada de ruim aconteça.

Para quem quiser conhecer mais sobre o tema, clique aqui.

Comentários

Menina, vou sugerir fazer um trem desse no colégio, porque nesse tempo todo em que trabalho lá, nunca teve um treinamento assim...
Sei o quanto isso é importante!

Parabéns por "puxar" a segurança do seu trabalho!

Um beijo,

http://algumasobservacoes.blogspot.com.br/
http://escritoshumanos.blogspot.com.br/

Postagens mais visitadas deste blog

Firme e forte e outras estórias

Oi, tudo bem?
Gostou do título do post? Firme e forte. Tudo bem que quase ninguém deu a mínima para o meu post anterior (só teve um comentário), mas eu continuo na vibe de melhorar a minha saúde. #chateada
Hoje, particularmente, estou mais disposta e isso graças à Neguinha. Ela deu de querer brincar de jogar a bolinha toda vez que eu apareço na porta da cozinha. Só que agora não é só jogar a bolinha: é correr pelo quintal atrás dela para pegar a bolinha para jogar de novo. Gastei hoje uns 10 minutos assim e já fiquei com a língua de fora, igual a ela rsrsrs.
A minha meta de caminhada+dieta foi interrompida semana passada: comecei a semana super bem, comendo certinho e fazendo exercícios todos os dias. Mas, na quarta passada, o garoto bateu o carro! :(
Ele estava descendo uma avenida e o carro da frente freou bruscamente para um outro carro, que fez a conversão sem ligar a seta, passar. Conclusão: o garoto bateu atrás do carro que freou! O carro que virou sem seta foi embora como se não ti…

E a saúde, vai bem?

Oi, tudo bem?
Bem, a semana começou com pique e todo. Estava muito feliz e animada, fazendo mil planos para os próximos dias. Mas, como a bíblia mesmo: "o coração do homem faz planos, mas a resposta vem do Senhor".
Na terça feira, o garoto teve que trabalhar pesado o dia todo e eu, contando com o clima de meio-chuva-meio-frio, acabei ficando na cama até mais tarde, pedi comida no supermercado e não fiz absolutamente nada do que tinha planejado.
Por consequência disso, na quarta eu já estava mais jururu e fui ficando doente, com dor de garganta, dor no corpo, a pressão foi baixando, baixando, baixando... e fui parar no pronto socorro.
Comentários à parte: eu tenho trauma de pronto socorro por tudo o que eu passei aqui; então, eu só vou lá em caso de extrema-extremíssima necessidade. Cheguei lá caindo aos pedaços, fervendo de febre e o atendente ainda me pediu para "tirar uma foto para atualizar o cadastro" - bom, meu cadastro agora tem uma foto de zumbi para estampar. T…

Thanksgiving

Oi, tudo bem?
"Rendei graças ao Senhor porque Ele é bom, porque a Sua misericórdia dura para sempre" Salmo 118:1
Hoje é Dia de Ações de Graça. Infelizmente, não temos o hábito de celebrar a data aqui no Brasil - apesar de termos copiado a Black Friday.
Mas eu tenho o costume de celebrar a data por ser uma tradição dos cristãos protestantes desde muito tempo atrás.
Antigamente, era o dia em que os colonos agradeciam a Deus pelo ano de colheita e compartilhavam com os mais pobres o que tinha restado da safra.
Hoje, aqui no Brasil, o dia serve mais como um memorial para olharmos pra trás e agradecermos a Deus por tudo. O simples fato de poder agradecer já é um grande milagre; afinal, se você está vivo para agradecer, está bem melhor que muita gente que não chegou até a data de hoje para ser grato. #filosofando.
Eu tenho muito a agradecer este ano.
1) Por ter corrido tudo bem com os preparativos do casamento e por todos os livramentos e providências divinas para resolver tudo que aconte…