Pular para o conteúdo principal

E a saúde, vai bem?

Oi, tudo bem?

Bem, a semana começou com pique e todo. Estava muito feliz e animada, fazendo mil planos para os próximos dias. Mas, como a bíblia mesmo: "o coração do homem faz planos, mas a resposta vem do Senhor".

Na terça feira, o garoto teve que trabalhar pesado o dia todo e eu, contando com o clima de meio-chuva-meio-frio, acabei ficando na cama até mais tarde, pedi comida no supermercado e não fiz absolutamente nada do que tinha planejado.

Por consequência disso, na quarta eu já estava mais jururu e fui ficando doente, com dor de garganta, dor no corpo, a pressão foi baixando, baixando, baixando... e fui parar no pronto socorro.

Comentários à parte: eu tenho trauma de pronto socorro por tudo o que eu passei aqui; então, eu só vou lá em caso de extrema-extremíssima necessidade. Cheguei lá caindo aos pedaços, fervendo de febre e o atendente ainda me pediu para "tirar uma foto para atualizar o cadastro" - bom, meu cadastro agora tem uma foto de zumbi para estampar. Triagem prévia: pressão arterial 10 por 6, temperatura 38.8, batimentos cardíacos acelerados. O médico mal me olhou e me diagnosticou com sinusite (oi?). Tomei soro com uma enfermeira mal amada que enfiou a agulha no meu braço com "toda a boa vontade" do mundo (estou sendo irônica, ok?!). Depois tive que carregar aquele saquinho de soro com acesso e tudo para ir no raio-x, com uma técnica sargenta: "Tudo de metal do rosto: tira"; "você fica lá fora" (pro garoto); "encosta na chapa"; "pode sair" - por favor, leiam isso pensando na entonação do Capitão Nascimento.

Apesar disso, foi engraçado a espera de 40 minutos do raio X: o atendimento é comum para convênio e SUS e na sala de espera estávamos eu, o garoto, duas moças com a filha (sim, duas moças formando um casal com a filha de uma delas) e um senhor fedendo à cachaça que, de tempos em tempos, olhava para moças e dizia para si mesmo "mundo moderrrrrno"... Daqui a pouco, ele olhava de novo e dizia "mundo moderrrrrno". Pelo menos, eu ri um pouco.

Na volta, eu pedi para enfermeira tirar aquele acesso do soro maldito que estava doendo na minha veia; ela não queria tirar porque "vai que você tem que tomar outra medicação". Eu falei que não tinha problema de furar o braço e a enfermeira - muito mal amada e contrariada - acabou puxando o esparadrapo d-e-l-i-c-a-d-a-m-e-n-t-e (irônica de novo) no sentido contrário dos meus pelinhos do braço. Juro que saí de lá xingando até a décima geração daquela "abençoada" profissional.

O bom de plantão médico é que você chega com um médico e saí com outro; a médica que me deu alta me diagnosticou com sinusite - sem mal olhar no raio x - infecção de urina e "uma infecção de sangue importante que eu deveria procurar um especialista". Dá para acreditar? Cheguei lá só com febre e pressão baixa.

Agora, lá vou eu marcar 3 especialistas para levar a cópia dos exames e ver o que eu realmente tenho.

Comentários

Mila disse…
Eita Nana,
espero que vocês esteja melhor já e que não seja nada grave!
Melhoras amiga!
Bjs

www.achadosdamila.com.br

Fanpage - Achados da Mila
Ana Nana disse…
Em trabalho de recuperação.

Obrigada pelo carinho e pela visita!
Carolina Vayda disse…
Para os médicos de SP tudo é virose: se vc tá com a perna quebrar, "ahhh é uma virose"; se você foi atropelado por um caminhão, "ahhh virosinha..". Socorro! Fica bem por aí, se for sinusite mesmo, é um saco, mas já já você fica bem! <3


www.carolvayda.com.br
Ana Nana disse…
Aqui também era assim... agora parece que mudaram a doença para sinusite kkkk Graças a Deus, estou bem melhor.
Obrigada pelo carinho e pela visita!
Oi, Nana!
Espero que você fique bem logo. Também estive meio baqueada esses dias. Sei o quanto é ruim.
Sobre o atendimento, quanto mais ouço sobre o convênio, mais gosto do sus. Da última vez que precisei do SUS, fui bem atendida. ♥
O único ruim é a falta de estrutura que sempre demora a vida...

Beijos,

Algumas Observações
Ana Nana disse…
Super concordo com você, Fê. Meus pais usam o SUS e sempre são mais bem atendidos que eu no convênio. O problema realmente é a demora porque é muita gente pra pouco médico.
Obrigada pela visita! Amei seu vídeo da bienal!!!
Jeniffer Alves disse…
Eu também tenho pavor de pronto socorro, de medico, de hospital... Já chorei fazendo um exame e o médico ficou com os olhos arregalados sem entender nada kkkkkk
Melhoras para você!
beijos
www.estavalendoedai.blogspot.com.br
www.memoriasdeumaanonima.blogspot.com.br
Hellz. disse…
Também sou dessas pessoas que só vai ao pronto socorro se realmente necessario. Tenho certos traumas igual a você D:
mas então... espero que você não tenha nada demais e que seja fácil de resolver - ou que não precise resolver!

beijo
beinghellz.com
Ana Nana disse…
kkkk vc me entende kkk
Graças a Deus, estou bem melhor!
Obrigada pelo carinho e pela visita.
Ana Nana disse…
Agora, é pegar o resultado dos exames e ir atrás de especialista.
Obrigada pela visita!
Danielle Marques disse…
nana, cadê seus posts? tá tudo bem? beijos
Natasha Arruda disse…
Esse é o sistema de saúde do nosso país, é uma vergonha! Bores!!

@elapensatambem
Ana Nana disse…
Tô aqui. Daqui a pouco, eu volto :)
Ana Nana disse…
Vergonha tanto o sistema público quanto o conveniado.
Lamentável :(

Postagens mais visitadas deste blog

Tag de tudo um pouco

Oi, tudo bem?
A Mila me indicou nessa tag e eu amo participar de blogagens coletivas e tags, então... vamos lá:
Regras Deve indicar 11 blogs com menos de 500 seguidores; Colocar o selo da Tag; Colocar os créditos ao blog Atrás da Penteadeira; Colocar o blog que te indicou.


Perguntinhas 1- Qual seu estilo musical preferido? Boa pergunta...geralmente, gosto do que está tocando no rádio..se for pop rock, melhor ainda.
2- Qual peça de roupa é sua queridinha no momento? Meus shortinhos de calor, fresquinhos e floridos para ficar em casa de bobeira.
3- Qual de seus esmaltes é o mais divo? Marca e cor. Babado Forte, da linha Color Trend da Avon
4- Shorts ou saia? Por quê? Sempre shorts, não muito curto. Saia só se for longa.
5- Cabelo liso ou cacheado? Sempre cacheado
6- Salto ou sapatilha? Depende da ocasião.
7- Brigadeiro ou sorvete? No verão, um bom picolé de limão. No inverno, o brigadeiro de panela é imbatível.
8- Doce ou salgado? Depende do humor do meu estômago.
9- Como você define seu estilo? Casual.
10- Você…

Rumo aos 40!

Oi, tudo bem?
Terça feira fiz 34 anos. 
Não teve comemoração.
Meu digníssimo marido só me deu um parabéns com um beijo pela manhã.
Não ganhei nenhum presente dele.
Mammy me deu uma camisola de cetim com estampas de cachorros, uma camiseta azul royal, pagou nosso almoço na churrascaria e fez um pudim de leite condensado que eu estava morrendo de vontade de comer.
Aliás, comi tanto que me atacou a enxaqueca.
A vida está parada.
Não estou muito satisfeita com o rumo do meu casamento (tem pontos bons, mas tem muitos pontos a melhorar). Passamos o aniversário de casamento em branco, meu aniversário em branco. Estamos caindo na rotina e eu não sei o que fazer, ou na verdade, eu não estou com vontade de fazer muita coisa porque sempre sou só eu que faço, que vou atrás de fazer: queria que ele tomasse mais a iniciativa. 
O trabalho está naquele marasmo de sempre, sem novidades para aprender, sem estímulos para crescer. Trabalhamos em sete mulheres no mesmo setor e as conversas são sempre muito competi…

Firme e forte e outras estórias

Oi, tudo bem?
Gostou do título do post? Firme e forte. Tudo bem que quase ninguém deu a mínima para o meu post anterior (só teve um comentário), mas eu continuo na vibe de melhorar a minha saúde. #chateada
Hoje, particularmente, estou mais disposta e isso graças à Neguinha. Ela deu de querer brincar de jogar a bolinha toda vez que eu apareço na porta da cozinha. Só que agora não é só jogar a bolinha: é correr pelo quintal atrás dela para pegar a bolinha para jogar de novo. Gastei hoje uns 10 minutos assim e já fiquei com a língua de fora, igual a ela rsrsrs.
A minha meta de caminhada+dieta foi interrompida semana passada: comecei a semana super bem, comendo certinho e fazendo exercícios todos os dias. Mas, na quarta passada, o garoto bateu o carro! :(
Ele estava descendo uma avenida e o carro da frente freou bruscamente para um outro carro, que fez a conversão sem ligar a seta, passar. Conclusão: o garoto bateu atrás do carro que freou! O carro que virou sem seta foi embora como se não ti…