Mostrando postagens com marcador relógio de flores. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador relógio de flores. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 1 de maio de 2014

A terra da saúde, beleza e do vulcão

Oi, tudo bem?

No último domingo, eu e o garoto encaramos outra excursão. Desta vez, fomos para Poços de Caldas em Minas Gerais. Logo eu que não dava nada para a viagem, confesso que voltei de lá nas nuvens.

A viagem de ida foi bem...hã...congelante. Estava muito frio e o ar condicionado do busão estava pra lá de forte. De acordo com comentários do garoto, eu estava com nariz vermelho de tanto frio rsrsrs.

Tivemos uma guia muito especial e querida, a Eliete, que nos acompanhou durante todo o dia, passando pelos pontos turísticos das cidade. 

Começamos pela feira de artesanato de uma das praças centrais da cidade ontem tem uma fonte das águas termais, a Fonte dos Macacos. A cidade, que ficou famosa pelas águas termais sulforosas, contém com fontes ricas em enxofre, que tem, no entanto, indicações e contra-indicações. É indicada para quem sofre, por exemplo, de reumatismo crônico (artrite, artrose, fibroses), fora das crises agudas. Idem para tratamentos de nevralgias (ciática inclusa), doenças crônicas de pele, doenças alérgicas e doenças de nutrição (diabetes, gota etc.), para quem teve intoxicações medicamentosas (sulfas, penicilina) e para bronquites crônicas. Mas é contra-indicada para quem tem doenças agudas febris, infecções e inflamações e, também, para crises agudas de doenças do fígado, intestino, rins, bexiga e próstata. Portadores de aneurismas, pessoas que têm pressão arterial muito alta ou muito baixa e mulheres grávidas em qualquer mês de gestação também devem tomar cuidado. A água brota à uma temperatura superior à 30° e tem um cheirinho meio desagradável, de ovo choco, por causa do enxofre.


Eu e o garoto experimentamos a água. Eu passei na mão porque estava com um dedo machucado da manicure e eu passou no braço que estava doendo. Dá um alívio na hora quase instântaneo e é bem interessante. Mas não dá para colocar na garrafinha e trazer para casa porque ela perde os benefícios quando esfria.

Na feirinha do Artesanato, fiz algumas comprinhas para mammy, pappy e até para Nina - mas o vestido dela não serviu...acho que fiz bullying com a gordinha da casa rsrs. 

Depois, seguimos para o recanto Japonês que é uma réplica de um jardim nipônico, com construções e vegetações típicas. Localizado numa vertente da Serra de São Domingos, é rodeado de mata nativa. O lugar é uma viagem à cultura oriental. No local o visitante encontra um caramanchão, cópia existente nos jardins do palácio imperial japonês Katsura-Rikyu, em Kyoto, casa de chá, quiosque, lago artificial com carpas coloridas. Fonte dos Três Desejos: Amor, Saúde e Inteligência, trilhas para caminhadas ecológicas. Fora que o macaquinhos que habitam o lugar são uma atração à parte de tão simpáticos!

Teve visita à uma pequena fábrica artesanal de queijos e vinhos - e nessa aí, mandei o garoto na frente para ele ir experimentando as coisas que ia trazer para casa porque mammy e pappy adoram isso mas eu não sou muito fã.

Depois do almoço, conhecemos a cachoeira Véu das Noivas que é formada por três quedas d´água que chegam a dez metros de altura. A cascata forma bonitas corredeiras emolduradas por pinheiros e flores e tem um trenzinho faz passeios nos arredores, mas não deu tempo da gente conhecer. 


Tem também outra feirinha lá, muito legal (aliás, o que mais tem lá é feira de artesanato rsrsrs) e tem um tiozinho tirando fotos caricatas muito legais, daquelas que você encaixa a cabeça na placa que tem o desenho, sabe?! Por R$ 2,00 apenas!

Lá vem outra cachoeira...a fonte dos Amores. Uma pena estar quase seca por causa da estiagem desse ano. Diz a lenda, que um jovem Padre apaixonou-se perdidamente por uma encantadora jovem e, como o pai dela, um fazendeiro da região, tudo fazia para impedir o namoro, decidiram fugir e se refugiaram no bosque junto à fonte. 


O pai da jovem empreendeu todos os esforços para encontrá-los, mas foi tudo em vão. Algum tempo depois um caçador perdido, acabou por encontrar o corpo do casal. Morreram nus e abraçados um ao outro, de fome e frio. Penalizado o pai mandou erguer a estatua e colocou junto a fonte para recordar a filha que morreu de amor.
Inaugurada em 1929 o local atrai pelo clima romântico criado pela escultura em mármore de um jovem casal abraçados, esculpida pelo artista italiano Giulio Starace. 

No final da tarde, o passeio ficava livre. Fomos andar de bondinho para conhecer o Cristo - aventura à parte porque eu quase morri do coração e paguei muito mico com aquela altura e todo aquele sacode-pra-lá-e-pra-cá mas valeu a pena, conhecemos o relógio das flores e depois visitamos a Feira dos livros.


** Durante o passeio, a guia falou sobre a feira dos livros e sobre o museu e eu fiquei prestando atenção. Minha cara me entregou tanto que ela perguntou no meio do busão "trabalha com educação?". Eu fiz que sim com a cabeça e ela logo emendou "seu olho brilha quando falo dos livros" #minhaculpa


Sei que o dia valeu muito a pena e faltaram muitos lugares para ir. Por isso, o garoto está animado para passarmos a lua-de-mel lá. O que acham? 

O fim de uma era

Oi , tudo bem? Não, esse post não é sobre o fim do blog. Apesar de não atualizar mais com tanta frequência, continuo voltando aqui vez ...