Mostrando postagens com marcador amores. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador amores. Mostrar todas as postagens

domingo, 12 de junho de 2011

Sobre remédios, pessoas e amores.

Oi, tudo bem?

Gostou do título, não é?! Mas é sobre isso mesmo que eu vim falar aqui pra você porque os últimos dias – nos quais estive longe da nossa comunicação – foram sobre isso, basicamente....rsrsrs.

Pra variar, fiquei doente de novo. É verdade. A bendita da gripe pegou feio por aqui de novo e eu fiquei com aquela tosse seca horrível que não parava de jeito nenhum. Além de agüentar os comentários do pessoal no trabalho – “A gente sabe que ela está chegando porque começamos a escutar o cof, cof....rsrsrsrs”, na última sexta, eu nem dormi à noite – literalmente – de tanto que eu tossi. Daí, eu resolvi que tinha que voltar no médico para ele mudar a medicação da minha rinite porque achei que aquilo poderia estar dando (“estar dando”?! Pareço até atendente de telemarketing falando assim....rsrsrsrs) algum tipo de reação. Mas ele disse que isso era apenas resto de vírus de gripe que estava saindo do meu corpo por causa do tratamento da rinite que estava fazendo efeito. Ok, deixa eu ver se entendi: então, eu tenho que ficar doente pra começar a sarar?! É, bem por aí...rsrsrs. Ele me deu mais remédios pra tomar e acelerar o processo de cura e hoje eu já estou falando normalmente e não pareço mais com o Pato Donalds...rsrsrs.

No meio dessa encrenca toda da minha saúde, passei por uma situação mais que inusitada junto com uma pessoa do meu trabalho. Não quero entrar em grandes detalhes por aqui porque prezo meu anonimato – e por isso amo muito esse nosso cantinho – mas posso te dizer que fomos forçados a fazer parte de uma situação da qual nem tínhamos conhecimento e pela qual nem fomos avisados previamente. Ainda bem que tínhamos alguém para estar conosco nessa saia-justa e ficamos mais com cara-de-bobos (acredito que a palavra chocados se encaixaria melhor aqui) ainda por causa dos detalhes dessa situação que vieram a aparecer depois. E isso tudo me fez pensar que “quanto mais eu conheço os seres humanos, mais eu gosto dos animais” porque eles são mais previsíveis, leais e sinceros. Mas enfim... ainda vivo no planeta Terra e tenho que conviver com todo tipo de ser humano, né?! Então, que Deus me ajude e me livre!!!

Em se tratando de surpresas com seres humanos, tive mais uma nessa semana. Sabe aquele carinha da igreja que eu tinha te falado que era mais velho, mais responsável e tal?! Bom, ele veio falar comigo no MSN – é, sempre o MSN...rsrsrs (nota explicativa 1: já comecei e terminei vááááááários romances por MSN... isso que dá ser uma nerd convicta!) – e papo vai, papo vem.... ele disse que está orando a Deus sobre a gente!!!! (nota explicativa 2: para quem está lendo isso e não é crente, deixa eu explicar.... para os cristãos, é muito importante orar a Deus a respeito de alguma coisa para que Ele nos direcione da melhor forma possível. Muitos romances de cristãos começam enquanto os dois oram a Deus a respeito, pedindo uma direção para saber se é melhor continuar como amigos ou se é melhor passarem para o nível seguinte). Como eu nunca tinha passado por uma situação dessa na vida – todos os meus outros namoros foram rápidos, do tipo “E aí, pode ser ou tá difícil?” – eu fiquei meio sem ação, mas confesso que achei muito fofa a atitude que ele teve. Também disse que iria orar a nosso respeito e que achava legal a gente se conhecer melhor, sair pra conversar – sim, porque é importante pedir a direção divina mas é importante AGIR também né?! Deus só atua a partir dos nossos limites – e estou ansiosa pra ver no que vai dar tudo isso. Torce por mim aí, ok?!

O fim de uma era

Oi , tudo bem? Não, esse post não é sobre o fim do blog. Apesar de não atualizar mais com tanta frequência, continuo voltando aqui vez ...